Missões – divulgue e apoie essa ideia

Neste exato momento, enquanto você lê este artigo, há uma infinidade de cristãos que deixaram conforto, segurança e estabilidade para atender ao chamado dos países distantes, dos locais inóspitos e das periferias nos quais a Palavra de Deus ainda não chegou. Eles colocaram o pé na estrada e, com o anseio de compartilhar as boas-novas de salvação, decidiram enfrentar as diversas dificuldades do campo a fim de pregar o evangelho a toda criatura. Eles estão nas comunidades ribeirinhas e nas favelas, nos sertões e nas grandes metrópoles, nas zonas de guerra e em meio às regiões afetadas por epidemias. Sim, são servos do Altíssimo que dedicaram a vida para a Grande Comissão do Salvador com o intuito de espalhar pelo mundo a mensagem de esperança que somente Cristo tem.  

Atender a tal chamado exige coragem, abnegação e fé, visto que é permeado por desafios e perigos. Nem sempre o evangelho é bem aceito, há em muitos casos perseguição religiosa e hostilidade em relação à mensagem da cruz. Além disso, infelizmente, muitos missionários são “abandonados” em campo por suas igrejas e lideranças, que deixam de enviar recursos e subsídios para que o obreiro tenha uma vida digna e o sustento diário. Por essas razões, é vital que a igreja se mobilize em prol das missões e do apoio àqueles que estão na frente de batalha. Se você se sente sensibilizado com o tema, conheça quatro atitudes simples que podem fazer uma enorme diferença no dia a dia de quem atendeu ao “Ide” de Jesus. Tome a iniciativa de ajudar e colabore com a obra de propagação do Evangelho a todas as nações.

Ore: Dedique um tempo para clamar a Deus por proteção àqueles que estão em campo. Peça que o Senhor lhes dê alegria, destemor e motivação para continuar a caminhada. Não deixe de interceder pelas famílias e comunidades em que estão inseridos.

Promova: Incentive a sua igreja ou comunidade a apoiar missões. Crie mecanismos para que o tema seja continuamente levado à tona e discutido entre os membros. Cultos temáticos, palestras e seminários ou programações especiais podem ser um ótimo recurso para sensibilizar as pessoas a colocar a realidade missionária na pauta. 

Acompanhe: O trabalho missionário é muitas vezes solitário. Estar sozinho em campo traz consigo uma forte carga emocional, em função da saudade e das lembranças do que ficou para trás. Sempre que possível, entre em contato com missionários que estão em serviço. Uma carta, um telefonema ou uma visita pode fazer uma grande diferença e ser motivo de alegria para o obreiro.

Contribua: Invista em projetos missionários. Sempre que possível, doe tempo, talentos e recursos. Procure instituições sérias e engajadas com a causa e faça o possível para ajudar.

Lembre-se: você pode fazer alguma coisa! Para isso basta um simples gesto. Sua atitude e solidariedade podem ter um impacto gigantesco na vida de quem precisa ouvir acerca de Jesus e ser um diferencial no dia a dia de quem está envolvido com tão sublime trabalho. Vamos lá? O que você pode fazer? 

Fonte: Mundo Cristão

Anúncios

Fique a vontade para deixar seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s