Você está tão ocupado a ponto de negligenciar a sua família?

Nós, cristãos, temos um inimigo que teme a presença de Deus. Satanás sabe que não é capaz de vencer a Deus; então, em vez disso, tenta minar a autoridade divina em nossa vida. Uma das estratégias mais eficazes de Satanás consiste em nos manter tão ocupados que não ficamos mais em casa.

Veja bem, o inimigo sabe quem nós somos. Se amamos a Jesus e seguimos a Deus, ele não costuma nos tentar a cometer pecados abertamente. Por exemplo, amo muito meu marido e tenho um forte compromisso com nosso casamento, portanto o inimigo não me tenta a ter um relacionamento sexual com outro homem. Não me sinto tentada a furtar uma revista na saída do supermercado, nem a assaltar o caixa com uma arma em mãos. Não, em geral, o inimigo não nos tenta com pecados tão óbvios como esses. Sendo nós cristãos que creem no poder de Deus, na redenção de Jesus e na presença poderosa do Espírito Santo, o plano mais eficaz do inimigo consiste em nos desviar do caminho só o necessário para nos deixar desamparados. Ele nos distrai, assegurando que estejamos tão ocupados fazendo coisas boas que não tenhamos tempo para chegar a nossa casa e arrumar a mesa.

Creio que o objetivo do inimigo para nós é algo mais ou menos assim: “Já que não posso levar aqueles que verdadeiramente conhecem a Cristo a negá-lo, vou deixá-los tão ocupados que não se assentem mais à mesa, onde habita a presença redentora de Jesus”.

Em minha infância, havia uma diferença entre o estilo de vida das famílias cristãs e não cristãs. Minha família era envolvida em atividades da igreja das quais as famílias não cristãs não participavam, e nós não tínhamos as mesmas atividades que as outras famílias. Hoje, porém, as famílias da igreja costumam fazer tudo que as famílias de fora realizam: nossos filhos praticam os mesmos esportes e se envolvem em cursos e programas comunitários de todo tipo. Muitas de nós levam os filhos a uma atividade diferente cada dia da semana. E então, junto com todas essas atividades e com todo o envolvimento, acrescentamos a igreja. Ou seja, além dos esportes e das atividades extracurriculares, nossos filhos vão a reuniões de jovens no meio da semana, ao ensaio do grupo de louvor e ao culto, enquanto nós participamos do estudo bíblico para adultos, somos voluntários em diversos ministérios e participamos de treinamentos para a liderança. Ao observar as famílias cristãs em nossa igreja e por toda a nação, comecei a acreditar que o motivo para o índice de divórcio ser mais alto entre as famílias que frequentam a igreja é que ficamos menos em casa!

Preciso deixar claro que cada uma dessas atividades é boa em si. Não há nada de inerentemente errado em fazer esportes, cursos, envolver-se na comunidade ou ser participativo na igreja.

Na verdade, algumas dessas coisas são essenciais. Todavia, nenhuma delas nem todas reunidas são capazes de substituir o ambiente acolhedor de um lar saudável.

Larry e eu começamos a notar essa tendência de excesso de compromissos há vários anos, enquanto ainda pastoreávamos uma igreja. Observávamos famílias cristãs bem-intencionadas que, movidas pelo desejo sadio de se envolver e ajudar, concordavam em auxiliar ou liderar diferentes ministérios da igreja. O resultado é que esses homens e mulheres, pais e mães, iam à igreja várias noites por semana, atuando em múltiplos ministérios. No entanto, quando voltavam para casa, ninguém estava à mesa! Por isso, Larry tomou uma decisão importante: nossa igreja começou a limitar o envolvimento das pessoas a uma área de ministério. Escolha um ministério, orientávamos, e se envolva nele de todo o coração. Participe plenamente dessa área, mas, nas outras noites da semana, fique em casa e se reúna à mesa com sua família!

O texto que você acaba de ler é um trecho de A experiência da mesa – O segredo para criar relacionamentos profundos, escrito por Devi Titus. Fonte: Mundo Cristão

Anúncios

Fique a vontade para deixar seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s