O que fazer para ser “boca” de Deus?

Em primeiro lugar, preciso me arrepender e voltar para perto dele. É uma experiência de reconhecimento de quem eu sou, de mudança de vida e de atitudes. Como consequência, começamos a desprezar o que não tem valor, as coisas medíocres, as conversas rasas e o palavreado chulo. Nossa vida parece se alegrar com pensamentos puros, que têm virtude. Separamos o precioso para praticarmos coisas boas e verdadeiras. Vivendo assim, o Senhor começa a nos usar como boca. Falamos e abençoamos os que nos ouvem. Oramos e Deus ouve nossas súplicas e confirma os desejos do nosso coração! Todo aquele que fala por alguém, um porta-voz, precisa conhecer bem os planos de quem representa!

É verdade que a nossa salvação não vem por obras que fazemos, mas somos salvos para fazermos a vontade do Senhor. Uma vida salva pratica o que é precioso. Ah! Quanta gente pede tanto e não é atendida porque nunca se arrependeu dos seus pecados e não se aproximou de Deus! Esses falam com as suas bocas, mas a boca de Deus permanece fechada para eles. Ah! Meus irmãos, as promessas de Deus nos esperam! Vamos separar o vil do precioso. Comece já. Este é o melhor momento. Depende só de você. O Espírito Santo esta ao seu lado. Esta promessa está à sua disposição.

• Paulo Brito, 68 anos, é médico, músico e pastor presidente da Igreja Missionária Maranata. Pastoreia no bairro da Tijuca, no Rio de Janeiro (RJ). Fonte: Revista Ultimato

Anúncios

Fique a vontade para deixar seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s