Os atuais desafios da evangelização

O mundo em que vivemos está, cada dia que passa, mergulhando em um caos espiritual, que reflete sua obstinada intenção pela exclusão de Deus. Diante desse quadro, a Igreja deve sempre se posicionar levantando a bandeira do Evangelho de Jesus Cristo. Os desafios confrontam-nos para que tomemos decisões firmes em prol do Reino de Deus (Marcos 15.16).

Consideremos alguns desafios do tempo presente.

EVANGELISMO URBANO
As grandes e pequenas cidades, com suas atividades, sobretudo econômicas, demonstram a acelerada busca pela satisfação material. O resultado é a formação de cidadãos que desprezam o espiritual. Cabe à Igreja usar recursos de comunicação disponíveis para alcançar aqueles que dificilmente entram em um templo evangélico ou religioso. Disse Paulo: “Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios, chegar a salvar alguns”, 1 Coríntios 9.22.

São vários os meios para anunciação do Evangelho de Jesus:

a) Rádio – Os programas de rádio ainda são importantes para a evangelização. Quando há um bom conteúdo de músicas e mensagem evangelística, o saldo sempre é positivo.

b) Telefone – É uma boa idéia evangelizar por telefone. Pode-se viabilizar uma ou mais linhas para aconselhamento ou SOS com larga propaganda, para pronto atendimento às pessoas carentes de Deus.

c) Outdoors – Esse instrumento de propaganda causa um efeito muito promissor. Basta saber que todos que usam ônibus, trem, metrôs etc., darão uma “olhada” e serão despertados pelos dizeres evangelísticos expostos.

d) Folhetos – Os folhetos nunca foram excluídos da estratégia de evangelização. Eles abrem a porta para a primeira abordagem, que, dependendo do interesse de quem recebe o folheto, pode abrir uma porta para uma boa conversação, começando pelo assunto do próprio folheto. Em países de regime totalitário, onde a Igreja é perseguida, o folheto é uma arma indispensável.

e) Televisão – A televisão ainda é o maior veículo de comunicação do mundo. Não se pode omitir esse recurso de evangelização. Sua penetração nos lares é incontestável.

f) Internet – Estamos na Era Digital, onde os computadores estão desempenhando um avanço progresso em várias áreas da vida. Em fração de segundos, conectamo-nos com o mundo todo pela internet. O envio de e-mails evangelísticos bem elaborados e a criação de bons sites contribuem para que a Palavra de Deus seja amplamente divulgada.

g) Cruzada – As cruzadas contagiam multidões para ouvir a Palavra de Deus. Recordo-me das Cruzadas Boas Novas, realizadas pelo missionário Berhnard Johnson com milhares de almas se rendendo aos pés de Cristo. Esse tipo de trabalho não pode parar.

EVANGELISMO RURAL

Há uma perceptível diferença entre a evangelização nos grandes centros e aquela feita na região rural. Os recursos humanos e financeiros são limitados, requerendo um esforço criativo e planejado para execução do evangelismo. Um exemplo é o caso das regiões ribeirinhas da Amazônia, onde o meio de transporte é fluvial e o trabalho, para ser eficiente, une o espiritual ao social, considerando o alto índice de doenças existentes. No interior do Piauí, a evangelização se dá muitas vezes de bicicleta, em detrimento das estradas e fatores monetários. Os cultos são realizados à luz de lampião. Os dividendos espirituais adquiridos com esse trabalho, ainda que muitas vezes sejam imediatos, produzem no coração do semeador uma alegria transbordante (Salmo 126.6).

SINCRETISMO RELIGIOSO
A grande mistura de religiões tem causado certa desconfiança no povo em geral. Em nome da “prosperidade”, faz-se de tudo para angariar a simpatia das pessoas, usando também a “simpatia” do espiritismo. Usam o nome de Jesus, sem, contudo renunciarem a vida pregressa do velho homem manchado pelo pecado. Então acumulando uma condenação inevitável, se persistirem no erro.

O cristão é a luz do mundo e o sal da terra para fazer a diferença. Essa vocação é inviolável do ponto de vista bíblico. Nada de aliança ou acordo com entidades e práticas que discordam da Santa Palavra de Deus (1 Pedro 2.9-10).

AVAREZA HUMANA
O apóstolo Paulo falou com precisão sobre a avareza. Disse ele: “Porque o amor do dinheiro é a raiz de toda espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé e se traspassaram a si mesmos com muitas dores”, 1Timóteo 6.10. É lamentável saber que no meio do povo de Deus há uma grande porcentagem de avarentos. Pelas contribuições mensais e ofertas de cultos, dá pra avaliar que, salvo algumas exceções, o montante arrecadado não é correspondente ao poder aquisitivo do ofertante.

Não só as pessoas abastadas que sofrem do “vírus” da avareza, mas os pobres também podem tentar dissimular procurando se prevalecer do seu status. O Senhor Jesus ensinou o segredo e a importância de contribuir: “Dai, e ser-vos-á dado; boa medida. Recalcada, sacudida e transbordando vos darão; porque com a medida com que medirdes também vos medirão de novo”, Lucas 6.38.

ALCANÇANDO TODAS AS CLASSES SOCIAIS
Em se tratando de classes sociais, não devemos excluir alguma pessoa por não fazer parte do grupo “exclusivo”. Todas as crianças, adolescentes, jovens e adultos, incluindo os da terceira idade e portadores de deficiência física e mental, são dignas de atendimento espiritual, observando suas características peculiares. A mímica tem sido usada para evangelizar os surdos-mudos e mais recentemente foi lançada uma Bíblia braile para alcançar os deficientes visuais.

O rico e o pobre têm o mesmo valor diante de Deus (Provérbios 22.2). Quando Belssazar foi pesado na balança divina e encontrado em falta, não o foi por ser rico, senão por sua rebeldia e profanação diante da santidade do Senhor.

Portanto, aproveitemos todos os recursos necessários para a colheita de preciosas almas para o reino de Deus. Jesus está voltando!

Por: Paulo Magalhães – Ministro do Evangelho.

Fonte: Mensageiro da Paz (CPAD)

Anúncios

Fique a vontade para deixar seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s